• Em cada representação do “bom professor”convivem o real e o ideal, ambos formados na experiência, nas interações, na comunicações, ao mesmo tempo que na expectativa e na esperança dos sujeitos.